Verri declara voto contra à reforma da Previdência proposta por Temer

O governo corre contra o tempo para aprovar na Câmara dos Deputados ainda este ano uma versão mais enxuta da reforma da Previdência. Para isso, são necessários 308 votos de 512 deputados em dois turnos.

O principal ponto da proposta de emenda à Constituição (PEC) é a fixação de idade mínima de 65 anos (homens) e 63 (mulheres) para se aposentar no Brasil.

Para angariar apoio dos deputados, o governo abriu os cofres públicos. Até agora, no entanto, apenas dois partidos (PMDB e PTB) decidiram obrigar seus deputados a votar a favor do texto.