Pela transparência e contra a impunidade, Verri se manifesta contra a PEC 37

Publicado em 11 de abril de 2013

O presidente estadual do PT, deputado Enio Verri, manifestou nesta quarta-feira (10) que é contra a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) número 37, que pretende impedir o Ministério Público e outros órgãos de realizar investigações de caráter criminal. Para o deputado, a sociedade deve se mobilizar contra a PEC, “em defesa da transparência e contra a impunidade”.

“A PEC limita poderes de alguns setores da sociedade que têm papel investigativo profundo. O Ministério Público, através das investigações de combate a corrupção, fez mudanças no Brasil que representaram um avanço muito grande para a democracia e para a gestão pública”, declarou.

O deputado lembrou que, além do MP, a proposta que está em trâmite na Câmara Federal tira os poderes de investigação de órgãos como a Receita Federal. “Combater a sonegação é é um passo importante para que ocorra uma distribuição de renda cada vez mais justa no Brasil.”

Com o apoio de Verri, a Assembleia Legislativa (Alep) aprovou ontem uma Moção de Repúdio à PEC 37, apresentada pelo deputado estadual Tadeu Veneri (PT).

A proposta da PEC 37 foi aprovada em Comissão Especial da Câmara dos Deputados em 21 de novembro de 2012, por 14 votos a 2. No dia 21 de fevereiro deste ano, o deputado Arthur Lira apresentou ao Plenário da Câmara Federal pedido de inclusão da PEC 37 na ordem do dia, para que seja pautada e votada.

Assine agora o abaixo-assinado eletrônico contra a PEC 37.

Acesse o hotsite sobre a PEC 37, elaborado pelo MP-PR, e confira informações e materiais diversos sobre o tema, incluindo exemplos de investigações no Paraná que poderão ser prejudicadas com a aprovação da PEC.

Veja o site nacional sobre o tema: http://brasilcontraaimpunidade.com.br/

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.