Verri: Plebiscito será de extrema importância para futuro da democracia

Publicado em 3 de julho de 2013

Nesta terça-feira, o Planalto encaminhou ao Congresso Nacional a proposta para a realização do plebiscito sobre a reforma política. Na mensagem, a presidenta Dilma recomendou que a população seja consultada sobre cinco temas: forma de financiamento de campanhas (público, privado ou misto), sistema eleitoral (voto proporcional ou distrital), continuidade ou não da suplência para o Senado, manutenção ou não das coligações proporcionais e o fim ou não do voto secreto no Parlamento.

O presidente estadual do PT, deputado Enio Verri, comentou as propostas. Para ele, as sugestões atendem a demanda que a população apresentou nas ruas. “As propostas têm tudo a ver com as vozes das ruas. As pessoas mostraram que não se sentem representadas pelos políticos. Fazer a reforma política por meio do plebiscito, com participação direta da população, é uma defesa história do PT e considero o primeiro e mais importante passo para mudar este cenário.”

Enio destacou que as decisões do plebiscito serão de extrema importância para o futuro da democracia no Brasil. “Todas as pessoas que querem uma sociedade melhor devem atuar neste momento para esclarecer a importância do plebiscito e principalmente o que cada uma das questões representa.”

Financiamento de campanhas – O presidente do PT-PR disse que o financiamento público é uma das principais bandeiras do PT para a reforma política. “O financiamento privado, da forma como é feito hoje, cria graves distorções, porque o eleito defende apenas os interesses de quem financiou sua campanha, e não da população. Defendemos o financiamento público, onde todos os partidos recebam uma cota igual e todos os candidatos tenham as mesmas condições financeiras.”

Sistema eleitoral – Segundo Verri, a posição do PT é pela defesa da proporcionalidade, pois isso garante representação das minorias e uma distribuição equânime entre votos e cadeiras. “A cara do Brasil é a cara dos negros, mulheres, índios, pobres, homossexuais, católicos, protestantes, enfim, uma infinidade de grupos sociais que se misturam e se completam, e não apenas uma pequena parte da população que é branca e elitista. É para garantir a representação das minorias que defendemos o sistema proporcional.”

Suplência para o Senado – “A existência da suplência para o Senado é um absurdo”, resume o dirigente. Segundo Enio, o mandato de Senador deve ser de quem tem voto.

Coligações – Verri afirmou que o PT defende o fim das coligações. Para ele, cada partido existe porque tem uma proposta para mudar a sociedade. “Quando chegam as eleições, é comum a coligação de partidos de extrema direita e muito conservadores com partidos com ideologias de esquerda. Por isso somos contra as coligações. Queremos que a população conheça a ideologia de cada partido e que os candidatos sejam eleitos porque representam a ideologia dos seus partidos, e não apenas por acordos eleitorais.”

Voto secreto no Parlamento – “Democracia e transparência têm tudo a ver. Pela internet, televisão, jornais, ou outros meios, é muito importante que os eleitores saibam exatamente como votam seus representantes. Para isso, o fim do voto secreto é fundamental”, disse Enio.
– See more at: http://www.pt-pr.org.br/noticias/13/11886/verri-plebiscito-sera-de-extrema-importancia-para-futuro-da-democracia#sthash.sDDB7Lb2.dpuf

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.