Prefeito não pode trocar médico brasileiro por estrangeiro

Publicado em 3 de setembro de 2013

Brasil 247

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse hoje (3) que o Ministério da Saúde tem um sistema avançado para fiscalizar as prefeituras e evitar que haja demissão de médicos brasileiros com a chegada dos estrangeiros inscritos no Programa Mais Médicos.

“Não tem essa de prefeito dispensar médico brasileiro para contratar a preço menor ou receber de graça o médico estrangeiro, não existe essa hipótese”, disse o ministro na abertura da Conferência Ethos 2013, na capital paulista.

Carvalho destacou que os novos médicos terão de cumprir com rigor a carga horária de trabalho. “O médico que não quiser cumprir 40 horas, sinto muito, não será contratado, será afastado. Vamos acabar com essa mentalidade de que eu bato o ponto para trabalhar 40 [horas] e trabalho oito [horas], isso não pode ter mais no país”, enfatizou.

Ele também criticou atos de preconceito contra os médicos estrangeiros. “Temos olhado como natural o protesto corporativo de alguns conselhos regionais, agora repudiamos todo o preconceito, todo o racismo que se colocou em algumas das reações”, disse.

Outro assunto comentado pelo ministro foi o caso do deputado Natan Donadon (sem partido-RO), que cumpre pena em regime fechado no Complexo Penitenciário da Papuda e teve o pedido de cassação de mandato rejeitado pelo plenário da Câmara. Carvalho disse que a repercussão pública desse fato suscitou revolta e deve potencializar as mobilizações nos próximos dias, em Brasília.

“Acho lamentável que um político brasileiro acabe sendo uma referência tão negativa para o nosso povo. Acho lamentável que um parlamentar nosso, eleito pelo povo, tenha tido esse comportamento, que ajuda a macular a imagem dos políticos que são sérios no Brasil”, declarou.

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.