400 brasileiros confirmam participação na segunda etapa do Mais Médicos

Publicado em 16 de setembro de 2013

Ministério da Saúde

O segundo mês de seleção do programa Mais Médicos para profissionais formados no Brasil foi concluído na última sexta-feira (13) com a confirmação da participação de 400 profissionais com diploma do Brasil. O resultado equivale a 28,3% do total de inscritos deste grupo, de 1.414 pessoas. Os profissionais devem atuar em 217 municípios e 10 distritos de saúde indígena. Entre os profissionais, 232 vão para municípios do interior e regiões de alta vulnerabilidade social, 157 seguirão para as periferias de capitais e regiões metropolitanas e 11 atuarão em distritos indígenas.

O número de inscritos nesta fase cobre apenas 2,4% da demanda por médicos apresentada pelos 4.025 municípios e os 35 distritos indígenas participantes, que apontaram a necessidade de terem 16.625 médicos atuando na Atenção Básica.
Escolhidos por 160 participantes, os municípios da região Nordeste tiveram o maior saldo, seguidos por Sudeste (90), Centro-oeste (66), Sul (43) e Norte (30). Apesar da predominância nordestina, a dianteira entre os estados ficou em Goiás (48), acompanhado de Ceará (42), Bahia (35) e Pernambuco (33), Minas Gerais (32), São Paulo (27), Paraíba (26), Rio de Janeiro (24) e Rio Grande do Sul (15).

Os médicos estrangeiros podem optar pelos postos remanescentes. Até o momento, 410 profissionais com diploma de outros países concluíram a inscrição no Mais Médicos. Conforme previsto na medida provisória que criou o programa, os estrangeiros selecionados para atuar no Mais Médicos trabalharão no Brasil por três anos. Neste período, terão registro profissional provisório, que lhes dará o direito de atuar exclusivamente na atenção básica e apenas nas cidades a que forem designados pelo Ministério da Saúde, com acompanhamento de tutores e supervisores.
Mais médicos

Lançado pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, no dia 8 de julho, o Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, com objetivo de acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde e ampliar o número de médicos nas regiões carentes do País.

A segunda seleção foi aberta dia 19 de agosto para adesão de novos municípios e médicos brasileiros e estrangeiros, que puderam se cadastrar até o dia 30 de agosto. Os profissionais selecionados nesta etapa iniciarão as atividades ainda na primeira quinzena de outubro.

Até 2014, serão investidos R$ 15 bilhões na expansão e na melhoria da rede pública de saúde de todo o Brasil. Deste montante, R$ 7,4 bilhões já estão contratados para construção de 818 hospitais, 601 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24h) e de 16 mil unidades básicas. Outros R$ 5,5 bilhões serão usados na construção, reforma e ampliação desses estabelecimentos e saúde, além de R$ 2 bilhões para 14 hospitais universitários.

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.