Enio Verri: O Brasil do PT é um país melhor

Publicado em 25 de junho de 2014

Enio Verri

Nosso país é hoje uma nação com democracia sólida, economia organizada e um projeto vitorioso de justiça social. Estamos vencendo os desafios com planejamento e flexibilidade, determinação e interação, mediações de interesse e adequações. Exatamente como é preciso fazer para que o Brasil continue firme no rumo do desenvolvimento.

A face sombria do jogo político, porém, têm sido o rancor, a truculência verbal, as insinuações e as inverdades de líderes empresariais ultrapassados que passaram a agir como agentes de um fascismo potencial, alegando que estão “indignados”. Com base na indignação pessoal, promovem declarações agressivas contra o governo de olho nas eleições de 2014.

O que a indignação esconde é o ressentimento guardado desde 2002, há mais de uma década, quando perderam, no voto, a força e a influência na República. Chama a atenção o ódio aos filiados, militantes e simpatizantes do PT, o partido que contou com o voto e a confiança da maioria dos brasileiros para vencê-los.

Na verdade, a “insurreição” e a “revolução” que esses empresários sem representatividade conclamam não é por mudanças em benefício da população. O que eles querem é voltar a gerir o capitalismo em benefício de uma minoria que não aceita partilhar as decisões com partidos que representem os interesses da maioria.

Se foi esse o gigante que acordou, é então necessário colocá-lo para dormir. E nós, do PT, com a ajuda da população, faremos isso. Não vamos nos deixar assustar por termos chegado aonde chegamos. Cumpre lembrar, a propósito, que hoje nenhum encontro importante, seja nacional ou internacional, para discutir desde a reforma do sistema financeiro às mudanças climáticas estará completo sem o PT.

Temos uma história de luta ao lado do povo pelo direito de não ter medo, de não passar por privações e de decidir nosso destino. Adversidades nos dão força e ainda mais coragem. O povo brasileiro teve a audácia de eleger um homem do povo como presidente da República em 2002. Em seguida, ampliou a ousadia ao eleger uma mulher pela primeira vez para conduzir os destinos da nação.

Os avanços alcançados pelo Brasil na última década inspiram o mundo. Mais da metade do país passou para a classe média. Milhões foram tirados da extrema pobreza e da pobreza. Ao contrário do que dizem esses empresários raivosos, o governo do PT é uma experiência quase única em termos de velocidade de distribuição de renda.

Mesmo na crise, continuamos mantendo empregos e distribuindo renda. Um total de 36 milhões de brasileiros foi tirado da extrema pobreza e 42 milhões ascenderam à classe média, que passou de 37% da população para 55% da população, de 2003 até hoje. A renda per capita mediana das famílias brasileiras cresceu 78% no período.

Se olharmos para a frente, vamos ver que precisamos caminhar muito, mas podemos olhar para trás e ver que um bom pedaço foi andado. Sem dar ouvidos aos oportunistas e pessimistas. Aliás, vamos ver o que vão dizer quando terminar a Copa. A Copa é uma oportunidade que o Brasil está tendo de se mostrar, e estamos fazendo bonito. Não fizemos os estádios, ampliação de aeroportos e obras de mobilidade só para a Copa. Fizemos para o país que se tornou um grande mercado interno de consumo de massas com cidadãos com melhores condições de vida, maior acesso à informação e mais consciência de seus direitos. O Brasil evoluiu e hoje é um país melhor.

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.