Verri lamenta falta de autocrítica do governo Richa

Publicado em 6 de maio de 2015

O deputado federal e presidente do Partido dos Trabalhadores do Paraná (PT/PR), Enio Verri, classificou como madura e alarmante a audiência pública, promovida pelo Senado, que debateu o “massacre” do Governo do Paraná a servidores públicos, na última quarta-feira, 29, no Centro Cívico em Curitiba.

Requerida pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), Paulo Paim (PT-RS), e pelas senadoras Regina Sousa (PT-PI), Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Fátima Bezerra (PT-RN), a audiência abriu espaço para representantes do funcionalismo público e do Governo Beto Richa (PSDB) explanar sobre o incidente de repercussão nacional.

De acordo com o deputado federal, os depoimentos sobre o “massacre” reiteram o despreparo e desrespeito do governador Beto Richa (PSDB) e do secretário de Segurança Pública, Fernando Francischini (SDD), que ordenaram as ações da PM, aos paranaenses que “lutam pelos seus direitos.”

Verri ainda lamentou a “ausência de uma autocrítica e punição aos responsáveis por parte do governo estadual”. Na audiência, representantes de Richa disseram que a PM reagiu apenas a ataques dos manifestantes e ainda defenderam a apropriação do ParanaPrevidência.

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.