Enio Verri destaca ajustes necessários ao Orçamento em abertura dos trabalhos na Câmara

Publicado em 2 de fevereiro de 2022

O deputado federal paranaense Enio Verri comentou que Câmara precisa acelerar votações importantes para a população, como piso salarial para categorias da saúde e vetos ao orçamento 2022

Enio Verri em semana de reabertura da Câmara
Enio Verri em Seminário da Bancada do PT na semana de abertura dos trabalhos legislativos na Câmara

Em dia de abertura dos trabalhos legislativos, na Câmara dos Deputados e no Congresso Nacional, o deputado federal paranaense Enio Verri falou sobre os desafios que os parlamentares de oposição terão para o ano de 2022. Para o parlamentar, não é possível manter os vetos que o presidente fez em áreas prioritárias como educação e saúde. Na última semana, Jair Bolsonaro vetou mais de R$ 3,18 bilhões do orçamento desse ano.

“Esse será um ano de muitos desafios. Até porque o orçamento sancionado é muito ruim, pois tira dinheiro da educação, da ciência, da saúde e da proteção da nossa ecologia das nossas matas. Um grande desafio, então, é que teremos de refazer esse orçamento”, justificou o deputado.

De acordo com levantamento realizado pela Consultoria de Orçamentos e Fiscalização Financeira da Câmara dos Deputados e Consultoria de Orçamentos, Fiscalização e Controle do Senado, ações do Ministério da Educação, por exemplo, tiveram corte de quase R$ 703 milhões. Entre as ações estão apoio ao desenvolvimento e infraestrutura da educação básica; funcionamento e gestão de instituições hospitalares federais; apoio à consolidação, reestruturação e modernização das instituições federais de ensino superior; fomento ao desenvolvimento e modernização dos sistemas de ensino de educação profissional e tecnológica. Ou seja, todas as fases da rede de ensino público foram alvo dos vetos do orçamento para 2022.

“Um grande absurdo. Áreas como saúde e educação estão sofrendo cortes de investimentos mesmo com os impactos negativos da pandemia. Justo quando teríamos que fazer um orçamento, no qual onde os pobres sejam incluídos e os ricos colocados no imposto de renda”, defendeu Verri.

Pautas prioritárias para o legislativo

Além do orçamento, o deputado lembrou algumas das pautas que precisam estar nas votações da Câmara e as que precisam ser excluídas.  “Nós temos que manter a reforma administrativa fora da pauta. Não podemos admitir que ela seja votada ou qualquer outra proposta que sejam negativas para a população. Por outro lado, temos pautas importantes, como a volta do auxílio emergencial com valores maiores, a tabela de imposto de renda com isenção para quem ganha até R$ 5 mil, o PL 2564, que cria a política salarial para os profissionais da enfermagem. Também o reajuste do piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de endemias. E um assunto que chama atenção de toda população do Brasil: o pagamento do 14º salário aos aposentados e pensionistas que recebem até dois salários mínimos. São milhões de pessoas que precisam urgente desse recurso”, reforçou o deputado.

Enio Verri finalizou que os deputados da oposição querem “ajudar e equilibrar esse orçamento 2022, para que o país tenha um ano com muito mais esperança”.

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.