Professores agradecem emenda de Enio Verri para clínica odontológica da UEM

Publicado em 22 de março de 2022

Docentes aproveitaram encontro com o deputado federal Enio Verri para solicitar recursos para reequipar oito consultórios odontológicos, onde alunos da UEM atendem pacientes do SUS

O deputado federal Enio Verri (PT) apoia a Universidade Estadual de Maringá (UEM) há anos, principalmente na luta contra o corte de recursos e na indicação de emendas parlamentares, como o valor de R$ 500 mil destinado para reequipar a clínica Odontológica, em 2017. Nesta semana, os professores responsáveis pelo departamento de Odontologia, Dra. Priscila Garcia Marques e Dr. Gustavo Farah, estiveram com o parlamentar para agradecer o recurso indicado há cinco anos e solicitar um novo repasse, com a mesma finalidade – aquisição de equipamentos odontológicos novos, porque os atuais dos consultórios dos alunos estão quebrados e obsoletos.

Novamente, Enio Verri demonstrou solidariedade ao pedido dos docentes, até porque, os acadêmicos de Odontologia atendem, durante o curso, os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), indicados pela 15ª Regional de Saúde e o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense (Cisamusep).

“É minha responsabilidade ter compromisso com a Educação. Ainda mais com uma área de extrema importância para à população, porque o curso de odontologia da UEM atende o SUS de Maringá e de toda a região. Portanto, contem sempre com a minha ajuda”, ressalta o deputado.

A professora Priscila Marques explica que o pedido de recursos é para setores específicos da Clínica Odontológica. “A gente veio pedir apoio para reequipar a ala de Odontopediatria e da Emergência. São, no total, oito consultórios que a gente precisa trocar os equipamentos como um todo, porque estão obsoletos e quebrados. Os alunos não conseguem mais atender a demanda do SUS por causa disto. Então, além de agradecer pelo recurso recebido lá atrás, também pedimos apoio por meio da indicação de novas emendas parlamentares”, diz Priscila.

De acordo com o professor Gustavo Farah, com o equipamento quebrado ou obsoleto não é possível atender os pacientes com qualidade. “A gente não consegue atender, não temos mais fluxo de atendimento por causa de equipamentos parados. E se o aluno não atende, ele não aprende e o paciente não recebe o atendimento que merece e precisa”, destaca Farah.

Enio e Lula

Vem com a gente

Lula e Dep. Federal Enio Verri

Faça parte da rede de defesa dos DIREITOS SOCIAIS e pela DEMOCRACIA.

Enviar mensagem
Vamos conversar?
Olá!
Envie sua mensagem para o deputado Enio Verri.