Nota da JPT sobre o cerceamento da liberdade de expressão do diretor-geral do IFPR Campus Jacarezinho

A Juventude do Partido dos Trabalhadores (JPT) do Norte Pioneiro do Paraná vem por meio desta nota demonstrar a total indignação de seus membros e repúdio ao Ministério Público pela recente denúncia encaminhada ao professor Rodolfo Fiorucci, diretor-geral campus Jacarezinho do Instituto Federal do Paraná.

Devido a publicações críticas à atual gestão governamental em suas redes sociais privadas, o professor Rodolfo foi notificado pelo Ministério Público. A notificação foi acatada pela Reitoria do Instituto Federal do Paraná e encaminhada para o Conselho de Ética. Vale ressaltar que Rodolfo é o primeiro diretor-geral do Campus após longo período conturbado do IFPR e que, hoje, o Campus Jacarezinho é referência nacional em inovação educacional.

A JPT-NP considera o caso uma afronta às liberdades individuais, principalmente no que tange à liberdade de expressão do professor Rodolfo, garantida pelo Artigo 5º (IV e V) dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos da Constituição Federal de 1988. Convidamos a população a se solidarizar com a causa e que, juntos, possamos defender o professor Rodolfo e o direito à liberdade de expressão.

#SomosTodosRodolfo
#CensuraNão
#Liberdade

JPT-NP.