Nota de pesar pelo falecimento do Padre Roque

Foi com profunda consternação que o mandato do deputado federal, Enio Verri, recebeu a notícia da morte do padre, filósofo, professor e cientista social, Roque Zimmermann. Filiado ao Partido dos Trabalhadores, desde 1987, sua trajetória foi de um aguerrido militante em defesa dos direitos humanos. Enfrentou a Ditadura Militar, denunciando o autoritarismo, os sequestros, as torturas e as mortes de quem era contra o regime. Já em período democrático, esteve ao lado dos movimentos sociais de base, notadamente os dos trabalhadores rurais sem terra. Em 1994, Zimmermann elegeu-se deputado federal. Entre 2003 e 2006, exerceu o cargo de secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social do Estado do Paraná. Durante os dois períodos, tanto no Legislativo quanto no Executivo estadual, teve destacada atuação em defesa da classe trabalhadora.

Mais do que lamentar, temos para agradecer a passagem na Terra desse incorrigível humanista, que acreditou e nos ensinou, por meio de uma didática amorosa, que a saída para se construir um país minimamente justo é apoiar as minorias, de forma organizativa, para que haja acesso democrático e justo a todo o conjunto da sociedade das riquezas produzidas e aos espaços de decisões políticas. O mandato se irmana em solidariedade aos familiares, nesse momento de extrema dor e agradece ao companheiro Roque Zimmermann a oportunidade e ombrearmos do lado justo da História.