Verba destinada por Verri entra na conta da prefeitura de Imbaú

As condições das edificações do serviço público de saúde de Imbaú já podem ser ainda mais melhoradas. A prefeitura já conta com R$ 100 mil para investir na manutenção das unidades de saúde. Segundo o deputado federal Enio Verri (PT), autor da emenda, “o valor chega a ser simbólico diante das demandas dos seus 13 mil habitantes, mas é mais uma etapa do processo de construir os alicerces do que virá a ser um serviço de saúde mais amplo e de melhor qualidade”, explica Enio Verri. Ainda de acordo com o deputado, a contratação de obras ajudam a aquecer a economia local e o recolhimento de impostos.

Em 2018, o pagamento de aposentadorias e pensões, feitos pela Seguridade Social, injetou na economia local, mais de R$ 18 milhões. Já o que foi arrecadado com o Fundo de Participação Municipal, ISSQN, IPTU e Royalties, chegaram a quase R$ 14 milhões. De acordo com o texto aprovado pelo Plenário da Câmara dos Deputados, Imbaú pode perder 50% do valor arrecadado com a Previdência Social. Segundo o deputado, a Nova Previdência veio para condenar a classe trabalhadora a trabalhar, sem se aposentar.

“Municípios como o de Imbaú sofrerão um forte processo de recessão, que vai aprofundar o desemprego a a fome. Com menos dinheiro em circulação, menos vendas, menos contratações, tanto pela iniciativa privada quanto pela prefeitura que não poderá fazer obras ou contratar serviços. É um deliberado processo de empobrecimento da população já pobre. Não se sabe o que um país ganha com esse tipo de política”, declara Enio Verri.